Festival Pixel Show vai premiar melhor Cosplay na edição 2019

O festival é realizado com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura e do Programa de Ação Cultural

O evento terá mais de 200 horas de programação e três dias, com um conjunto de negócios que estimula a geração de renda e a criação de empregos, ao mesmo tempo em que promove a diversidade cultural, inclusão e desenvolvimento criativo”, comenta Simon Szacher, criador e organizador do Pixel Show.

15ª edição do Pixel Show terá oportunidades de emprego e negócios, com espaço RH, Meet UP entre empresas, exposição de artistas amadores e muito empreendedorismo criativo

A economia criativa, que despontou em épocas de crise, se fortaleceu com novos profissionais e tecnologias que viram no mercado tradicional poucas oportunidades de crescimento. O segmento é hoje um pilar da economia global.

Segundo o relatório da UNCTAD Creative economy outlook (2018), a economia criativa passou de uma arrecadação de US$ 208 bilhões, em 2002, para US$ 509 bilhões em 2015 em todo o mundo. No Brasil, o Mapeamento da Indústria Criativa realizado pela Firjan e divulgado neste ano, mostra que a economia criativa representou 2,61% do PIB brasileiro em 2017, ou seja, R$ 171,5 bilhões.

Nesse cenário, eventos e oportunidades que promovam a economia criativa também ganharam espaço, como o Pixel Show, que se mantém como o Maior Festival de Criatividade da América Latina e completa 15 anos em 2019.

“O evento terá mais de 200 horas de programação e três dias, com um conjunto de negócios que estimula a geração de renda e a criação de empregos, ao mesmo tempo em que promove a diversidade cultural, inclusão e desenvolvimento criativo”, comenta Simon Szacher, criador e organizador do Pixel Show.

“A criatividade não é mais algo desta ou daquela profissão, é uma habilidade multidisciplinar e multisetorial. A mudança causada pela tecnologia na forma como produzimos exige que tenhamos criatividade, para gerar mais inovação”, ressalta Allan Szacher, head de curadoria do evento. 

De olho nesse público, o Pixel Show preparou novas atrações para movimentar as mais de 50 mil pessoas que devem acompanhar o evento.

É GRÁTIS!

Mais de 80% das atrações dos três dias de Pixel Show são gratuitas e para todas as idades. Além de espaço Kids, Food Park, Tattoo, Arena Musical e exposição do Lego User’s Group, confira algumas que vão dar um empurrãozinho nos negócios:

– Espaço RH: Aqui, criativos que buscam oportunidade de trabalho formal podem conhecer e conversar com recrutadores de empresas que enxergam nesse mercado potenciais profissionais para seus negócios. A participação é gratuita, basta chegar com o currículo, entrar na fila e bater um papo com as empresas.

– Espaço Makers: Artistas amadores e independentes vão expor seus trabalhos em busca de novos negócios, vendas e exposição. “Temos casos muito legais de artistas que começaram como makers, em outras edições do Pixel Show, e hoje expõe com suas empresas e marcas consolidadas”, lembra Allan Szacher.

– Pixel Show Creative Awards

O Pixel Show 2019 vai premiar palestrantes e visitantes com a medalha Pixel Show Creative Awards. Quem se inscrever nos editais do festival e for selecionado para a exposição, concorrerá à medalha em suas categorias. “Lançamos esse ano o edital para bandas participarem da arena musical, para games independentes, esculturas, cosplay e XR experience. As melhores apresentações em cada uma das atividades receberão a nossa medalha”, explica Allan Szacher, head de curadoria do evento.

O Prêmio Brasil Criativo, que reconhece projetos nacionais inovadores em diversos setores da economia, também vai anunciar os ganhadores durante o Pixel Show 2019, no sábado, dia 30/11.

– Editais de Música e Cosplay

 O edital de Cosplay, novidade do ano e que vai premiar a melhor caracterização entre personagens do Pixel Show e personagens da cultura geek, ainda está aberto para inscrições, no site do festival. Os editais, inclusive, foram um sucesso em 2019 e as vagas disponíveis para alguns deles se esgotaram na primeira semana. O edital de bandas, na Arena Musical, foi um exemplo. “Recebemos mais de mil inscrições para 30 vagas”, comemora Allan, que ressalta ainda a qualidade dos selecionados. “Vale conferir os shows, que também são gratuitos”.

– XR Lounge: A tecnologia realmente mudou a forma de fazer e entregar arte e cultura. O espaço dedicado a projetos de realidade virtual e experiências imersivas abre a mente do público para novas possibilidade de negócios e atrações. Entre os destaques, estão o filme “A Linha”, primeiro curta brasileiro produzido em realidade virtual e que foi premiado no Festival de Veneza, e a experiência Ocean Mind, que leva o público para o fundo do mar para nadar com baleias. O Ocean Mind foi apresentado no festival SXSW e vem para o Brasil pela primeira vez.  


Vale a pena investir

Para quem quer imergir no mundo criativo e se apropriar de novos conhecimentos, vale investir no conteúdo da conferência do Pixel Show que conta com mais de 200 palestrantes e adquirir o ingresso que dá acesso a todas as salas temáticas além do auditório principal, para acompanhar as palestras.

– Salas temáticas: São oito temas para todos os gostos e vertentes que circulam o mercado de criatividade. Sala Business, Tech, Digital, Pixel Voice, Voxel by Mackenzie, Visionários, Design e Publicidade trazem palestrantes renomados em suas áreas para um bate papo profundo e de conteúdo com o público.

– Auditório Principal: Nomes internacionais de peso estarão no auditório principal do Pixel Show para falar sobre o mercado, perspectivas e promover um brainstorm que leve o Brasil a um novo patamar em criatividade, tecnologia e cultura. Entre os palestrantes desse ano:

  • O designer David Carson, que trabalhou com as maiores agências do mundo e é dono de grandes projetos
  • Steffen Bärenfänger, líder global de criatividade da Mackevision, agência responsável por projetos de realidade virtual de produções como Game Of Thrones
  • Yuko Shimizu, ilustradora e instrutora da Escola de Artes Visuais, que foi escolhida pela Newsweek Japan como uma das “100 pessoas japonesas que o mundo respeita”.
  • Rick Berkelmans, ilustrador do estúdio criativo holandês Heldof. A abordagem criativa, descontraída e inteligente de Berkelmans está presente em inúmeras obras e produtos.
  • Javier Jaén é ilustrador e designer gráfico espanhol. Retrata em suas obras, com linguagem simbólica e lúdica, a experiência cotidiana. Trabalhou nos principais jornais e revistas dos EUA e falará sobre seu trabalho desde o processo conceitual até as soluções gráficas na ilustração editorial, comunicação cultural e instalações de arte.

– Meet Up: Uma nova oportunidade também vai aproximar palestrante e público para rodada de negócios No Meet Up, os palestrantes estarão à disposição para conversar sobre projetos e trocar cartões com empresas interessadas. David Carson já confirmou sua presença neste espaço. 

Para acompanhar as palestras e ter acesso ao espaço de Meet Up é necessário adquirir o ingresso da Conferência pelo site do Pixel Show.

São mais de 15 mil metros quadrados de criatividade no espaço Pro Magno, em três dias de evento. A expectativa é encerrar a edição 2019, que acontece de 29 de novembro a 1 de dezembro, com novo recorde de público, de ao menos 55 mil visitantes e cerca de R$ 25 milhões gerados em negócios.

Serviço

Festival Internacional de Criatividade Pixel Show 2019 – 15ª Edição

Abertura da Conferência: 29/11 às 19h.

Neste dia, o credenciamento acontecerá a partir das 17h.

Festival e Conferência: 30 de novembro e 1 de dezembro, das 08h às 21h.

Local: espaço de eventos Pro Magno (São Paulo). 

Av. Profa. Ida Kolb, 513 – Casa Verde/ SP

Mais informações: pixelshow.co

Sobre o Festival Internacional de Criatividade Pixel Show

O Pixel Show é o maior festival de criatividade da América Latina e acontece anualmente em São Paulo desde 2005, organizado pela Editora Zupi. Em 2019, o evento chega à 15ª edição com muita inspiração, inovação, networking e negócios realizados. O Pixel Show tem como tema central tendências, inspirações, cultura, arte e tecnologia, buscando abastecer com ideias o mercado da economia criativa. As principais notícias do evento e deste mercado circulam durante todo o ano na revista Zupi, veículo oficial do Pixel Show.  

Para reunir todas as atrações, o Pixel Show traz grandes nomes em sua curadoria: Fernando Seabra e Marcus Maida (sala Business); Jason Bermingham e Simone Kliass (Pixel Voice); Junior Thonon (Tech); Mariana Ayres e Thiago de Freitas, da Abragames (Games); Mauricio Java, Max Fernandez e Ney Neto (Música); Rodrigo Terra (XR Lounge); Vanessa Queiroz (Design); Vitor Marchi (Maker Space Lab); Laila Rotter Schmidt e Caio Smolarek (Voxel – Mackenzie).

O festival é realizado com o apoio da Lei de Incentivo à Cultura e do Programa de Ação Cultural, e apresentado pelo Ministério da Cidadania, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Mercado Pago e Zupi. O Pixel Show 2019 conta com o patrocínio de Mercado Pago, 3M, CMPC, Meio&Mensagem, Leo Madeiras e Oi.

Sobre a Zupi 

A Zupi é um verdadeiro hub criativo que reúne atividades de design, editora, produção de eventos e conteúdo, gestão de carreira de artistas, curadoria de projetos especiais e artísticos, entre outras atividades. Entre seus projetos, é responsável pela edição da Revista ZUPI, a única revista do Brasil focada em criatividade com mais de 70 edições em sua história. Já produziu diversos outros livros e revistas além de ter realizado o concurso de criatividade Zupi Awards, o Festival Voxel Show e projetos especiais como a curadoria da customização com arte dos poços dos elevadores dos prédios MaxHaus, e a Expo Toy Art Mania que levou o maior público registrado no SESC da Avenida Paulista antes da reforma. Mais informações: www.zupi.co

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *